Browse Category

Aposentadoria por Idade

Como fazer o agendamento da aposentadoria por idade urbana pela internet

A aposentadoria por idade é o benefício mensal concedido pelo INSS para quem completou 65 anos (homens) ou 60 anos (mulheres). É necessário, também, ter trabalhado por pelo menos 15 anos.

Algumas regras da aposentadoria por idade urbana mudaram com a reforma da previdência. Vale a pena conferir as novidades e como agendar seu pedido de aposentadoria.


Qual é o valor da aposentadoria por idade?

Para saber quanto vai pagar na aposentadoria por idade, o INSS levanta todos os salários que o cidadão recebeu ao longo da vida e faz o cálculo. Ou seja, sua aposentadoria não é baseada apenas no seu último salário.

Mas o interessante é que o INSS retira da conta os salários mais baixos que você já recebeu (20%). Assim, se o cidadão trabalhou numa empresa que pagava bem menos que as outras, ela não vai jogar pra baixo o valor do seu benefício.

Com os 80% que ficaram, o INSS faz uma média e temos o chamado salário-de-benefício. O salário-de-benefício é a verdadeira base para descobrir quanto você receberá de aposentadoria.

O valor final da sua aposentadoria será:

70% do seu salário-de-benefício + 1% a cada ano trabalhado

 

Se você atingiu a idade para se aposentar e trabalhou por 15 anos, sua aposentadoria será 85% do que seria sua aposentadoria integral (ou seja, 70% do seu salário-de-benefício + 15% de cada ano que você trabalhou).

Trabalhar por 15 anos não vai garantir 100% da aposentadoria.


E para receber a aposentadoria integral (100%) como

Clique aqui para ler o artigo completo

Documentos para dar entrada na aposentadoria por idade

Saber quais documentos devem ser apresentados no momento de dar entrada na aposentadoria é muito importante, uma vez que eles podem mudar de acordo com a modalidade a ser solicitada, seja por idade, tempo de serviço ou especial.

Na prática, isso significa que os interessados em pedir o benefício junto ao Instituto Nacional de Seguro Social (INSS) precisam reunir com o máximo de antecedência possível todos os documentos exigidos pelo órgão. Isso irá fazer com que alguns problemas sejam evitados.

Vale ressaltar que alguns desses documentos são considerados básicos, e por esse motivo são pedidos em todas as situações. Veja agora a lista completa dos itens.

1. Documentos básicos

Os documentos que precisam ser apresentados, independentemente do tipo de aposentaria, são os seguintes:

  • Carteira de Identidade
  • CPF
  • Comprovante de residência atualizado
  • Carteiras de Trabalho (todas as que tenham algum registro profissional)
  • Número de Identificação do Trabalhador (NIT) ou PIS/PASEP

No caso dos homens, também é necessário apresentar a certidão de reservista. Já para os profissionais que tenham feito essa contribuição de maneira autônoma, é preciso levar os carnês de pagamentos.

2. Possíveis documentos comprobatórios

Existem alguns casos em que o trabalhador pode encontrar certo tipo de dificuldade para comprovar o seu vínculo empregatício. Para essas situações, o profissional deve apresentar:

  • Carteira de Trabalho
  • Holerites de pagamentos dos salários
  • Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS)
  • Documento que comprove a rescisão de trabalho.

Para quem atuou de maneira autônoma, somente os carnês já comprovam a contribuição.

3. Documentos importantes

Os … Clique aqui para ler o artigo completo