O que faz o INSS?

Entenda as principais funções do INSS e confira como funciona o instituto da previdência

Algum dia você já precisou do INSS por algum motivo? Seja para receber um benefício ou para dar entrada na aposentadoria, por exemplo?

Como foi sua experiência? Conseguiu resolver o que precisava ou alguma coisa acabou ficando para trás? Quer entender melhor o que é e o que faz o INSS? Então continue lendo este artigo até o final.

Por mais que você pense que sabe tudo a respeito do INSS, pode ser que, na verdade, ainda faltem alguns detalhes importantes.

Afinal de contas, esse órgão realiza diferentes tipos de serviço e pode ter certeza de que se você nunca precisou, um dia ainda vai precisar.

Sendo assim, para saber mais sobre o que é e o que faz o INSS acompanhe este artigo. Ele foi feito exatamente para responder essas questões. Boa leitura!


Pagamentos do INSS

Para começar, a sigla INSS quer dizer: Instituto Nacional do Seguro Social. Esse órgão, ligado diretamente ao Governo Federal, é de responsabilidade do Ministério da Previdência Social.

Dessa forma, pode-se dizer que uma das principais funções do INSS é de pagar as aposentadorias e todos os outros benefícios que podem ser concedidos a trabalhadores, da esfera privada, que fazem regularmente sua contribuição para a Previdência Social.

Essa contribuição é uma espécie de seguro, o qual é capaz de garantir uma aposentadoria àquela pessoa que contribui assim que a mesma parar de trabalhar.

Portanto, um dos principais benefícios de pagar a contribuição para o INSS é conseguir receber essa aposentadoria futuramente.

É claro que o valor dela vai depender de inúmeros fatores, mas o importante aqui é entender que você vai recebê-la.

Além disso que já foi citado, todos aqueles trabalhadores que fazem a contribuição também possuem o direito de receber um auxílio doença, se precisarem se afastar do trabalho por alguma questão ligada à saúde.

Veja a seguir outros benefícios garantidos pelo INSS:

  • Aposentadoria por idade, por tempo de contribuição ou por invalidez;
  • Pensão em caso de morte;
  • Auxílio doença;
  • Salário maternidade e salário família;
  • 13º salário;
  • Entre outros.

Sendo assim, caso precise de alguns desses auxílios, é necessário ir até uma agência do INSS e descobrir o que deve ser feito ao certo para consegui-lo.

Por isso que, antes de qualquer coisa, é importante entender o que é e o que faz o INSS.

O que faz o INSS


Como funciona o INSS

Como já citado antes, o INSS recebe mensalmente contribuições dos trabalhadores da esfera privada.

É válido ressaltar que tanto um funcionário de uma empresa quanto um autônomo podem fazer essa contribuição. A diferença está no fato de que, como autônomo, você é o responsável por ir até uma agência do INSS e fazer sua inscrição.

Voltando ao assunto de como funciona o INSS, esse órgão, então, recebe todas as contribuições e faz o gerenciamento das mesmas a fim de conseguir fazer o pagamento de todos os benefícios previstos na lei.

Outra questão importante é que essas contribuições são feitas por meio de uma guia conhecida como GPS.

Resumidamente, é possível dizer que a sua contribuição, atualmente, é usada para pagar os benefícios e as necessidades de outros contribuintes. Sendo assim, a partir do momento em que você parar de trabalhar, isso irá se inverter.

Ou seja, alguém vai trabalhar e contribuir com o INSS para que a sua aposentadoria seja paga, entendeu?

De acordo com as leis que estão em vigência atualmente, todos os funcionários precisam contribuir um valor que deve corresponder a 8 ou a 11% de seu salário mensal.

Esse valor, conforme muitas pessoas já percebem, é descontado antes mesmo da empresa fazer o pagamento. E tudo isso, é claro, depende dos valores que uma determinada pessoa recebe de salário.


História do INSS

Agora que você já entendeu o que é e o que faz o INSS, que tal conhecer um pouco da sua história?

Criado por meio do Decreto nº 99.350 de 1990, o Instituto Nacional do Seguro Social foi o resultado da fusão entre o Instituto Nacional de Previdência Social (INPS) com a Administração Financeira da Previdência e Assistência Social (IAPAS).

Todos os funcionários que trabalham no INSS são públicos e precisaram prestar um concurso para isso.

Atualmente, já existem mais de 1.200 agências do INSS ao longo de todo o Brasil. Bastante coisa, não é mesmo? Tudo isso com o objetivo de conseguir atender a todos os contribuintes.


INSS para combater a pobreza

É provável que não saiba, mas o INSS foi criado também com o objetivo de diminuir o índice de pobreza do país. É isso mesmo.

Muitas pesquisas são capazes de mostrar que se hoje fossem retirados todos os benefícios oferecidos pelo INSS, o número de pobres no Brasil aumentaria mais de 50%!

O grande problema é que é comum se deparar com irregularidades no INSS, ou seja, uma pessoa que não deveria estar recebendo determinado benefício, mas está.

É por isso que a fiscalização deveria ser um pouco maior. Afinal, querendo ou não é uma grande quantidade de dinheiro que está saindo de maneira irregular!

Sendo assim, agora que você entendeu realmente o que é e o que faz o INSS e conheceu um pouco da sua história também, com certeza ficará muito mais fácil na hora de procurar alguma agência para a solicitação de algum serviço.

Outra questão que é importante a ser ressaltada é que o INSS oferece alguns serviços online também, sendo assim nem é necessário sair de casa!

O que faz o INSS


Importância do INSS para o Brasil

Como você observou ao longo do artigo, o Instituto Nacional do Seguro Social é realmente muito importante para o Brasil, certo?

Além de garantir a sua aposentadoria e a de muitos outros contribuintes, esse órgão também é capaz de diminuir o número de pobres do país, uma vez que oferece diferentes tipos de benefícios.

No entanto, é claro que toda uma fiscalização deve ser feita regularmente com o objetivo de verificar se quem está recebendo determinado benefício deveria mesmo estar recebendo ou não.

Portanto, agora que você já sabe o que é e o que faz o INSS, com certeza vai fica muito mais fácil se um dia precisar ir até uma agência para dar entrada em sua aposentadoria ou solicitar algum benefício, não é mesmo?


Deixe uma resposta