Regras aposentadoria por idade 2019

Confira as regras aposentadoria por idade 2019 e veja se você pode receber o benefício

Conhecer os critérios da aposentadoria por idade é muito importante para todos os trabalhadores, principalmente para os que ficaram por algum período sem registro na carteira de trabalho ou mesmo desempregados.

Essa modalidade é uma das mais usadas para a aposentadoria e, exatamente por causa disso, o governo federal fará mudanças no cálculo a partir do primeiro dia de 2019.


Como vai funcionar a regra 85/95 para aposentadoria por idade em 2019

Até o dia 31 de dezembro de 2018, a aposentadoria por idade continuava conhecida como regra 85/95.

Ela soma o mínimo de 156 anos de contribuição e a idade do contribuinte: quando essa soma chega a 85 (para mulheres) e a 95 (para homens), a aposentadoria é permitida.

Com se percebe, o número de pagamentos para a previdência é baixo nesse tipo de modalidade: são 180 meses. Para a aposentadoria unicamente por tempo de serviço, essa conta é bem mais alta.

A mudança mencionada a partir de 2019 fará com que a regra passe a se chamar 86/96: desse modo, as mulheres precisarão alcançar 86 pontos (15 anos de contribuição e sua idade) e os homens precisarão de 96 pontos.

Na prática, o trabalhador vai demorar apenas um ano a mais para se aposentar, mas isso ficar[a pior em 2021, quando a regra passará a se chamar 87/97 (é clara a razão).

A cada dois anos, um ponto será adicionado, até que a conta alcance 90/100.

Regras aposentadoria por idade 2019


Quem pode dar entrada na aposentadoria por idade em 2019

Será preciso confirmar com o INSS se existem 15 anos de contribuição previdenciária, não importando se é pelo pagamento de carnês ou pelo registro em carteira profissional. Além disso, essa pessoa deve ter 60 ou 65 anos, de acordo com o sexo, quando pedir o benefício.


Como dar entrada a aposentadoria por idade em 2019

Quem se enquadra na regra 86/96 (que começa a vigorar no ano de 2019) pode usar o Meu INSS:

Não é apenas pelo Meu INSS que se pode fazer o agendamento: pelo número 135 também e é de graça.

O site tem a vantagem, todavia, de oferecer um simulador de tempo de contribuição: é só clicar em https://meu.inss.gov.br/central/index.html#/simulacao, colocar o sexo, a data de nascimento e os vínculos profissionais que constem na carteira de trabalho.

É vital ter os comprovantes de contribuição previdenciária, ou seja, o cidadão precisa mostrar os carnês pagos (se for o caso), ou o registro na carteira de trabalho precisa somar 15 anos.

Se a pessoa não trabalhou por 15 anos de maneira registrada, mas paga o carnê do INSS, pode somar os dois.

Um exemplo: quem trabalhou registrado por 6 anos, mas pagou parcelas do carnê equivalentes a 9 anos, pode se aposentar por idade.


Como consultar se a aposentadoria por idade 2019 foi aprovada

O INSS utiliza as cartas de concessão para comunicar que a aposentadoria por idade foi aceita.

Na verdade, o próprio servidor que atende o trabalhador pode adiantar se a aposentadoria será dada ou não, mas é muito importante aguardar a resposta oficial pelos Correios.

Para quem quiser visualizar sua carta de concessão mais rapidamente, basta usar o Meu INSS de novo: em https://meu.inss.gov.br/central/index.html#/, deve-se selecionar “Carta de concessão de benefício”.


A aposentadoria por idade 2019 pode ser negada?

Pode, se o contribuinte não conseguir comprovar que tem 180 meses mínimos de contribuição. As razões são:

  • Carteira de trabalho ilegível;
  • Falta de registro na previdência por parte da empresa;
  • Perda dos carnês de contribuição já pagos.

Nos dois primeiros casos, o Ministério do Trabalho e Emprego pode imprimir os registros do trabalhador para o INSS.

Para quem se preocupa com o encerramento desse ministério em 2019, não há problema: outra pasta continuará com esses registros e poderá imprimi-los.

No caso da perda dos carnês já pagos, a resolução tem de vir do próprio INSS.

Certamente, o órgão tem o controle de quais pessoas fizeram as contribuições previdenciárias e pode-se pedir um levantamento disso no guichê.

Aliás, o cidadão que quiser pagar o carnê do INSS deve ir primeiro à agência mais próxima e perguntar qual é o melhor.

Regras aposentadoria por idade 2019


Como sacar a aposentadoria por idade 2019?

É a previdência social que determina em qual banco cada aposentado vai receber seu benefício: isso vem expresso na carta de concessão, bem como o número da conta e até o endereço da agência.

O banco fornecerá um cartão magnético e o cidadão tem de levá-lo (se quiser usar o autoatendimento).

Sem o cartão, o contribuinte precisa levar ao caixa o seu documento de identidade e a sua carta de concessão.

Aliás, não é preciso esperar que o cartão magnético chegue: é só ir com a carta de concessão, logo que recebida, até o banco indicado. Inclusive, para o saque de atrasados.


Deixe uma resposta