Simulação do tempo de contribuição no portal MEU INSS

É verdade que reforma da previdência trouxe mudanças que dificultam o cálculo dos valores que serão pagos para o trabalhador. Mas, no caso da aposentadoria por tempo de contribuição, é possível fazer a simulação do tempo de contribuição no Portal Meu INSS e saber quantos anos faltam para você conseguir o benefício.


Como funciona a aposentadoria por tempo de contribuição

A aposentadoria por tempo de contribuição é um benefício concedido pelo INSS, na regra geral, para:

  • homens que completaram 35 anos de contribuição;
  • mulheres que completaram 30 anos de contribuição;

E em menos tempo de contribuição para os casos excepcionais de:

  • pessoas que começaram a contribuir antes de dezembro de 1998;
  • professores com tempo de serviço exclusivo nas atividades de magistério na educação infantil, fundamental e ensino médio.

Como saber pela internet quantos anos faltam para minha aposentadoria por tempo de contribuição?

Simulação do tempo de contribuição no portal MEU INSS

O Portal Meu INSS é um site do governo brasileiro e possui vários serviços relacionados à Previdência, como agendamentos e acompanhamentos de pedidos.

Um dos serviços prestados é o cálculo instantâneo dos anos de trabalho que faltam até a sua aposentadoria. É um instrumento prático e necessário, já que a regra pode mudar dependendo de quando você começou a trabalhar formalmente.

Para realizar seu cálculo de maneira rápida, é necessário possuir o login no Portal. Siga esses passos para se cadastrar:

  1. Acesse o portal Meu INSS em simulação do tempo de contribuição no Portal Meu INSS
  2. Clique em “Entrar”, na parte superior direita da página;
  3. Depois clique em “Login”

Se você já tiver cadastro no Portal, basta inserir seu CPF e senha.

  1. Caso não tenha, clique em “Cadastre-se”
  2. Abrirá uma nova página: insira os dados pessoais solicitados;
  3. Clique em próximo;
  4. Responda a cinco perguntas sobre seus empregos anteriores;
  5. Anote a senha provisória que aparecerá em tela ao fim das perguntas;
  6. Volte para a página inicial;
  7. Clique em “Entrar”, “Login”;
  8. Coloque seu CPF, a senha provisória anotada e uma nova senha de sua preferência;
  9. Seu login foi efetuado.

A nova senha precisa ter no mínimo 9 caracteres, uma letra maiúscula, uma minúscula, um número e um símbolo. No caso de dificuldades no desbloqueio, ligue para a Central 135.

Para realizar a simulação depois de fazer o cadastro:

  • Clique em “Simulação do Tempo de Contribuição”, penúltimo item no canto direito da página;
  • Seus vínculos cadastrados aparecerão em tela;
  • Confira se falta algum vínculo empregatício;

Caso falte, clique em “Adicionar vínculo” e inclua a(s) empresa(s);

  • Clique em “Simular”;
  • Na próxima tela aparecerá o tempo de trabalho que ainda é necessário até sua aposentadoria.

A simulação de tempo a ser trabalhado é um serviço que não exige login no site. Ou seja, você pode realizar a simulação sem ter cadastro de CPF no Portal Meu INSS.

Porém, você precisará adicionar manualmente todos os seus vínculos empregatícios até hoje. Então aconselhamos o cadastro do seu CPF no site para tornar essa simulação menos sujeita a erros.


Entendendo os casos de aposentadoria por tempo de contribuição

Como já citamos, a aposentadoria por tempo de contribuição pode ser diferente dependendo do caso. Existem novas regras para determinar quem pode receber este benefício:

Regra 01: 30/35 anos de contribuição

É a regra geral atualmente. Qualquer pessoa que tenha alcançado 30 anos de contribuição (mulheres) e 35 anos de contribuição (homens) pode pedir sua aposentadoria.

Regra 02: 85/95 pontos.

Ela organiza a regra 01 e serve para identificar se sua aposentadoria sofrerá algum desconto vindo do temido “fator previdenciário”.

Faça a soma da sua idade com o tempo de contribuição total. O valor encontrado precisa ser de 85 pontos (mulheres) e 95 (homens). Só assim para receber o benefício sem descontos. Uma mulher que completa 30 anos de trabalho formal aos 50 anos de idade e pede a aposentadoria não receberá a aposentadoria completa. A soma idade + tempo de serviço é 80 pontos, 5 abaixo do exigido pelo INSS.

Até 2022, os homens precisarão somar 100 pontos e as mulheres, 90.

Regra 03: Proporcional

Pessoas que começaram a contribuir para o INSS antes de 1998 podem pedir a aposentadoria com 48 anos de idade e 25 anos de contribuição (mulheres) ou aos 53 anos de idade e 30 anos de contribuição (homens). Mas elas receberão 70% de sua aposentadoria.

Para receber o valor completo, precisam contribuir por um pouco mais de tempo: 40% do anos que faltariam caso ela tivesse começado a contribuir depois de 1998.

Ou seja, um homem de 53 anos e 30 de contribuição só receberá aposentadoria sem descontos se trabalhar por mais 2 anos. Esse é o pedágio de 40%, pois ele ainda trabalharia mais 5 anos pela regra atual.

Regra 04: Professores

A lei define que professores devem contribuir 5 anos a menos (30/25 anos).


Quais documentos necessários para dar entrada na aposentadoria?

O solicitante deve apresentar:

  • Documento de identificação oficial com foto;
  • Número do CPF;
  • Carteiras de trabalho e quaisquer outros documentos que comprovem os pagamentos ao INSS.

Lembrando que é necessário agendar sua visita à agência pelo telefone ou no Portal Meu INSS.

E aí, mais alguma dúvida sobre a aposentadoria por tempo de contribuição? Escreve nos comentários!


Deixe uma resposta