Como fazer agendamento de perícia no INSS 2019

Precisa agendar pericia inss em 2019? Veja como proceder

A perícia do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) é solicitada sempre que o cidadão solicita um benefício relacionado a sua condição de saúde.

Realizada por médicos especializados, ela é uma etapa indispensável para quem procura aposentadoria por invalidez ou auxílio saúde. Aprenda agora como fazer o agendamento dela em 2019.


Como funciona a perícia do INSS?

As unidades do INSS têm consultórios em suas dependências e eles são equipados com aparelhos para ver raio-x e macas.

Eles são completamente fechados e o solicitante de benefício tem perfeita privacidade, como em uma consulta médica comum.

O perito pedirá que o cidadão fale sobre como se sente, há quanto tempo está afastado e verá os laudos e exames feitos anteriormente.

Dependendo de qual seja a condição de saúde, ele também pode fazer um exame clínico breve.

A consulta da perícia médica do INSS dura até 20 minutos, muitas vezes menos.

Como fazer agendamento de perícia no INSS 2019


Passo a passo para fazer agendamento da perícia no INSS 2019

Há duas formas de o contribuinte fazer o agendamento da perícia e uma delas é ligando para o telefone 135. Ele atende o país todo e serve para agendar qualquer tipo de serviço da previdência, inclusive a perícia.

Virtualmente, o agendamento tem de ser feito no site Meu INSS; veja abaixo como:

  • Acesse https://meu.inss.gov.br/central/;
  • Role a página até surgir “Agende sua perícia”, à esquerda;
  • Clique nessa opção;
  • Clique em “Agendar novo”;
  • Se o navegador indicar que a conexão não é particular, clique em “Avançado” e depois em “Ir para Dataprev”;
  • Insira o código captcha que o site do INSS mostrará;
  • Escolha a unidade do INSS e o dia.

O site Meu INSS também permite fazer o reagendamento da perícia, o que é preciso se o contribuinte não conseguir comparecer no primeiro dia agendado.

Nesse caso, em vez de clicar em “Agendar novo”, é só ele clicar em “Agendar prorrogação”; entretanto, o site da previdência pedirá o número do protocolo.


O que é preciso levar na perícia do INSS 2019

É importante levar os documentos referentes à doença que o contribuinte tem: se ele pediu a aposentadoria por invalidez ou o auxílio doença por causa de um problema de coluna, é preciso levar apenas os exames e laudos referentes a essa condição.

Todos os exames e laudos apresentados à perícia médica do INSS precisam ser atualizados: indica-se que eles não tenham sido feitos há mais de dois ou três meses.

Se é o caso, é recomendado se consultar novamente com um especialista e pedir para refazer os exames antes de fazer o agendamento da perícia.


Como saber o resultado da perícia do INSS 2019

Quem passa pela perícia tem de esperar a carta da previdência social com a sua resposta e ela chega em até trinta dias.

Depois de duas semanas, aproximadamente, o cidadão pode ligar para o 135 a fim de saber se há resposta para a sua perícia médica; lembra-se que o sistema da previdência pedirá o número da solicitação do benefício.

O solicitante do auxílio doença ou da aposentadoria por invalidez tem a possibilidade de usar o Meu INSS para saber o resultado da perícia:

Para esse serviço da previdência, será necessário fazer uma senha:

  • Clique em “Fazer login”;
  • Na página que surgir, desça até a parte “Cadastre-se”;
  • Na janela que aparecer, clique de novo em “Cadastre-se”;
  • Um site será aberto e o contribuinte terá de fornecer algumas informações suas;
  • Quando todo o cadastro estiver pronto, ele terá de retornar ao site Meu INSS e clicar em “Resultado de perícia médica”.

Diferenças entre aposentadoria por invalidez e auxílio doença

Foi falado neste artigo que a perícia médica é indispensável a quem solicita qualquer um desses benefícios. Entretanto, o que há de diferente entre eles? A resposta seria: a duração.

O auxílio doença é pago por algum tempo e, depois, o contribuinte tem de passar por outra perícia para comprovar que seu estado de saúde não melhorou e ele continua sem poder trabalhar.

Já a aposentadoria por invalidez não exige novas perícias: quando ela é concedida, é para sempre.

Há pessoas que solicitam diretamente a aposentadoria por invalidez e isso é possível; entretanto, é muito mais proveitoso para o trabalhador pedir o auxílio doença primeiro e, a partir das renovações do benefício, passar à aposentadoria por invalidez.

Como fazer agendamento de perícia no INSS 2019


Quando é possível dar entrada na aposentadoria por invalidez ou no auxílio doença?

Há várias condições de saúde que justificam ao INSS essa solicitação, como:

  • Tuberculose em andamento;
  • Esclerose múltipla;
  • Doença grave dos rins;
  • Contaminação por radiação;
  • Hanseníase;
  • Cegueira parcial ou total;
  • Paralisia e outras.

É importante que a doença já esteja manifestada: uma pessoa não pode receber auxílio doença ou se aposentar por invalidez apenas por ter propensão a determinado mal.


Deixe uma resposta